Artigo

Barretos, 01/08/2017 às 10:14:53

Circular de Agosto de 2017

 

 

Barretos, 1º de agosto de 2017

 

Circular 07/2017

 

 

Caríssimos irmãos e irmãs,

 

Todos os anos, no mês de agosto, a Igreja do Brasil celebra o “Mês Vocacional”, dando destaque, a cada semana, a uma vocação específica: a começar pela vocação sacerdotal, depois a vocação matrimonial, a seguir a vocação consagrada, a vocação laical, concluindo o mês com o “dia do catequista”.


No Dia Mundial de Oração pelas Vocações, neste ano, o Papa Francisco envia uma mensagem com o tema: “Impelidos pelo Espírito para a missão”, onde escreve:


“Quem se deixou atrair pela voz de Deus e começou a seguir Jesus, rapidamente descobre dentro de si mesmo o desejo irreprimível de levar a Boa Nova aos irmãos, através da evangelização e do serviço na caridade. Todos os cristãos são constituídos missionários do Evangelho. Com efeito, o discípulo não recebe o dom do amor de Deus para sua consolação privada; não é chamado a ocupar-se de si mesmo nem a cuidar dos interesses duma empresa; simplesmente é tocado e transformado pela alegria de se sentir amado por Deus e não pode guardar esta experiência apenas para si mesmo: «a alegria do Evangelho, que enche a vida da comunidade dos discípulos, é uma alegria missionária» (Francisco, Exort. ap. Evangelii gaudium, 21). Por isso, o compromisso missionário não é algo que vem acrescentar-se à vida cristã como se fosse um ornamento, mas, pelo contrário, situa-se no âmago da própria fé: a relação com o Senhor implica ser enviados ao mundo como profetas da sua palavra e testemunhas do seu amor.”


O desafio que hoje se impõe a todos nós que atendemos ao chamado de Jesus a nos tornarmos operários na sua vinha, a trabalhar na seara do Senhor é de sermos chamados “em saída” atentos aos mais diversos ambientes e situações que esperam pelo anúncio e o testemunho do Evangelho.

 

Celebrando as diversas vocações, durante esse mês procuremos refletir sobre o caráter missionário que cada uma delas possui; pois, se queremos que nossa resposta ao chamado do Senhor se renove cada dia e torne-se hoje uma resposta generosa e fiel, é preciso que consideremos nossa disponibilidade para a missão.

 

Na última Assembléia do Regional Sul 1, em junho passado, os Bispos das Igrejas Particulares do Estado de São Paulo avaliaram o Projeto Missionário Sul1 e Norte1 e, ao mesmo tempo a possibilidade de aperfeiçoar do Projeto “Ad Gentes”.

 

O Projeto Missionário Sul1 e Norte1 se realiza há dezenas de anos com a ajuda de todas as Dioceses paulistas. Graças a esta colaboração são mantidos padres, religiosos, religiosas, leigos e leigas em várias Dioceses e Prelazias do Amazonas. Naquelas áreas onde a presença da Igreja é bastante difícil por falta de agentes de pastoral disponíveis e preparados, as Igrejas do Estado de São Paulo mantêm sacerdotes, religiosos e leigos para ajudar no trabalho evangelizador, manifestando assim a solicitude por todas as Igrejas, que caracteriza o ministério episcopal.

 

Quanto ao Projeto Missionário “Ad Gentes” trata-se do pedido do Bispo de Pemba, no Moçambique, Dom Luiz Fernando Lisboa CP, brasileiro, nomeado para aquela Diocese de que as Igrejas do Estado de São Paulo colaborem com a evangelização da sua Diocese que conta com 82.000 km2 com uma população de 1.600.000 habitantes, dos quais 30% são católicos.

 

Entre os desafios enfrentados chama atenção a condição pobre da população que sofre com a falta de água, energia elétrica, reduzido atendimento de saúde e educação precária. São apenas 27 padres para atender as paróquias que possuem entre 80 a 150 comunidades, falta de material bíblico catequético nas línguas locais (são 5 línguas na diocese, além do português que é a língua oficial).

 

Com certeza, para viver nossa vocação na dimensão missionária, não precisamos partir para aqui ou acolá, mas sabendo que quando rezamos e colaboramos com o trabalho missionário participamos do mérito deles; e, que como batizados não podemos guardar o amor de Deus como uma “consolação privada”, ou uma “experiência apenas para si mesmo”, procuremos responder ao chamado do Senhor, comprometendo-nos por levar aos outros o dom da fé que recebemos e alegria do Evangelho que experimentamos.

 

Entre as atividades do mês de agosto há de se destacar a Semana Nacional da Família que se realiza entre os dias 13 e 19 de agosto em toda a Igreja do Brasil. A “Hora da Família” preparada pela Comissão Episcopal da Pastoral Familiar para a realização desta semana traz como tema neste ano: “Família, uma Luz para a vida em sociedade”.

 

Nas nossas paróquias serão muitas as iniciativas para celebrar bem a Semana da Família. Não percamos de vista o desafio de viver como famílias “em saída”. Não podemos nos contentar por pescar no aquário de casa, é preciso ir “mar adentro”, avançar por águas profundas, ir ao encontro de famílias que estão feridas e que precisam da luz de Cristo que brilhou para nós.

 

Na certeza de que a realização do mês vocacional e da semana da família em nossas paróquias haverá de despertar em nós o desejo de anunciar Cristo e levar a todos os lares a luz do Evangelho, despeço-me, invocando sobre todos a benção de Deus.

 

Dom Milton Kenan Júnior

Bispo de Barretos

 

 

 AGENDA EPISCOPAL

 

01 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

Encontro com a Comissão Pastoral “Igreja: comunidade de comunidades”, na Casa Paroquial Bom Jesus, em Barretos, às 20h

02 – Reunião com a Comissão Diocesana “Fé e Cidadania”, na Paróquia Santa Ana e São Joaquim em Barretos, às 20h

03 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

04 – DIA DO PADRE - CONFRATERNIZAÇÃO DO CLERO, na Residência Episcopal

05 – Encontro com alunos da Escola Estadual “Almeida Pinto”, em Barretos, das 8h às 12h

     Encontro com lideranças do Setor Família, na Cúria Diocesana, em Barretos, das 14h às 18h

06 – Missa na Matriz de Bom Jesus em Guaraci, às 19h

08 – Reunião do Secretariado Pastoral, na Cúria Diocesana, em Barretos, às 9h

11 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

12 – Reunião das Comissões Pastorais, no Educandário São Benedito, em Barretos, às 14h

        Encontro de membros das Equipes Litúrgicas, na Cúria Diocesana, em Barretos, das 13h30 às 17h30

15 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

Missa “Semana da Família” na Matriz de São José, em Olímpia, às 19h30

16 – Encontro com Diretos das Escolas Estaduais na Diretoria de Ensino às 9h

Reunião com o Setor Família na Residência Episcopal às 20h

17 – REUNIÃO GERAL DO CLERO, na Cúria Diocesana, às 8h30

18 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

19 – Celebração Jubilar da Liga das Mães, no Santuário da Mãe Rainha, em Atibaia (SP)

21 a 24 – CONVÍVIO DE BISPOS, em São Paulo

22 – MISSA SERTANEJA no Rancho do Peãozinho, na Festa do Peão de Barretos, às 19h30

29 – Reunião do Conselho de Presbíteros, na Residência Episcopal, às 9h

30 – Atendimento na Cúria Diocesana às 9h30

Sobre Autor

Dom Milton Kenan Junior

Dom Milton Kenan Junior

Mais Artigos