Artigos


Somos feitos vitoriosos


Imagem | Somos feitos vitoriosos

Como podemos mudar ou ser diferente? O que modifica o nosso jeito de viver é a nossa maneira de pensar, na certeza de que se quero que alguém ao meu redor também mude, é necessário mudar a minha forma de olhar para ela.
 
Precisamos sempre fazer a “sentinela”, ou seja, em constante vigilância que não nos permita moleza para que o nosso cristianismo não seja contaminado pelo paganismo. Hoje, estamos indispostos a passar pelo sacrifico, temos a felicidade como uma mágica, e acabamos vendo o sofrimento como uma oposição a alegria. Porém quando bem vivido, ele é capaz de transformar. No emaranhado das coisas terrenas é que vamos descobrindo as coisas do céu. O Divino se fez homem.
 
Buscar as coisas do alto nos sugere a Sagrada Escritura [Cf. Col 3,1], na clareza de que é possível viver na terra, conforme os desígnios de Deus. Saber viver o sofrimento terreno não nos transforma em outro, mas nos faz saber até que ponto consigo ir além daquilo que achávamos que éramos capazes. Eu preciso criar dentro de mim disposição para receber a vida e dar conta de tudo aquilo que faz parte dela; tenho direito de chorar, pedir ajuda, de sentar de pedir socorro, de estar ao lado de pessoas que me ajuda a viver aquele momento, mas jamais direito de entregar os pontos, mesmo tendo sofrimento, pois a vida é boa, e o sofrimento nos purifica.
 
A sagrada escritura [Cf. Sl 23] nos apresenta claramente a certeza de que podemos sair vitoriosos do sofrimento nos dando convicção de que tem sempre alguém olhando por nós, e não nos deixa desistir porque Deus não desiste de nós. O nosso desafio é diário, são tantas as realidades humanas que podem ser um obstáculo a vida gloriosa em Cristo, só que jamais podemos negar que ninguém esta fora da vitória que o sepulcro vazio nos garante.
 
O problema esta nas escolhas que fazemos no dia a dia, e que ofuscam a oportunidade da certeza da vitória. Quando nos esquecemos do sublime que esta em nós, chegamos em certo momento que não temos mais força para nada e esquecemos de quem realmente nós somos. Somos imagem e semelhança de Deus, capaz da vitória, querida e conquistada por nós, independente de nossas fraquezas e limitações. Só não podemos nos entregar. É necessário sempre pensar que somos feito para a vitória. 
 

Comentários



Sobre o Autor


Seminarista Matheus Silva

Cursa o 2º ano de Filosofia em São José do Rio Preto.  E-mail: matheus.fra.silva@gmail.com

Artigos do Autor