Artigos


A indiferença que mata


Quinta-feira, 06 de setembro de 2018


Imagem | A indiferença que mata

A indiferença é um gesto medonho. Ela realmente é um veneno que aos poucos permite situações e pessoas morrerem lentamente, sem nenhum timo de comoção da parte de quem a vive. E temos vivido uma grande onda de indiferença. Haja vista a política deste ano em que temos uma parcela considerada gigantesca que não sabem ou não querem votar. As consequências serão trágicas!
 
Contudo, esta indiferença está muito real em nosso dia a dia com pessoas próximas de nós. Temos nos habituado a excluir pessoas de nossas vidas sem um pingo de ressentimento. Basta que nos magoem, nos firam, ou pensem diferente de nós que já é uma permissão para tirá-las de circulação de nosso coração.
 
É triste quando isso acontece dentro de nossas casas. Esposos que se tornaram indiferentes por marcas que a vida foi juntando, situações mal resolvidas que fizeram cada um ficar na sua, e com isso, o sonho que os unia foi por água a baixo. O fracasso da família, hoje em dia, muito se deve à indiferença que muitos esposos têm em suas atitudes. E adivinhem, os filhos que pagaram e pagarão a conta, pois não raramente, o marido indiferente também se torna um pai indiferente; uma esposa indiferente, também se torna uma mãe indiferente. Consequentemente, teremos filhos indiferentes. Que triste!
 
Deveríamos amadurecer mais nossa sede de felicidade. Compreender que felicidade não é ausência de problemas, mas sim, uma escolha que em meio a chuva eu resolvi ir me banhar nela. A vida é tão curta para sermos indiferentes às pessoas que amamos, tão breve para evitar os bons momentos.
E você, caro leitor, não tem sido indiferente a alguma pessoa em sua vida? Tente imaginar sua vida sem esta pessoa. Tente refletir numa postura diferente. Talvez veja que vale apena mudar um pouco e recomeçar, mostrar interesse, resgatar o que estava perdido.
 
A lição da semana é aprendermos a olhar as pessoas, principalmente as que amamos, as que acreditaram em nossos sonhos e vieram viver junto conosco. A vida é curta, recomece! Deus te abençoe!
Imagem: http://franciscanos.org.br
 

Comentários



Sobre o Autor


Padre Thiago Freitas dos Reis

Pe. Thiago é pároco da Paróquia Bom Jesus em Barretos. E-mail: thiagofdreis@hotmail.com 

Artigos do Autor