Artigos


Apesar das aparências, é Deus escondido


Terça-feira, 12 de fevereiro de 2019


Imagem | Apesar das aparências, é Deus escondido

Hoje, quero falar de algo que é muito frequente em nossa vida, mas que pode passar despercebido por não termos a sensibilidade suficiente ou, simplesmente, por não pararmos para pensar a respeito.
 
Quantas vezes nos surpreendemos com os rumos que a nossa vida toma não é mesmo? Em alguns casos, chegamos a dizer que nem nos nossos melhores sonhos havíamos imaginado algo semelhante. Penso que, com os olhos da fé, compreendemos que Deus age no reverso da nossa lógica e o que, aparentemente se apresenta como ruim, pode ser transformado em um bem maior, quando confiado à sua Divina Providência.
 
É isso que ouvimos de muitos e que comprovamos também pela nossa experiência; como disse noutra ocasião, Deus, sempre que aparece, surpreende. Isso serve para alimentar a nossa esperança e confiança de que, por mais agitado que esteja o mar da nossa vida, quando Deus está conosco, os ventos não são capazes de nos afundar.
 
Deus se esconde nos aparentes descaminhos para testar a solidez da nossa fé; somente uma fé genuína é capaz de suportar as provações com ânimo imbatível e esperar confiantemente o desenrolar da trama, com a certeza de que o melhor virá. Isso não só dá forças para lutar como também garante a saúde de espírito tão importante para nos imunizar das muitas outras doenças que dela resultam.
 
Essa fé é fruto de um amadurecido preparo espiritual, pautado numa rigorosa prática de oração, incrementada com boas leituras, com o contato diário com a Sagrada Escritura e tantos outros recursos dos quais dispomos e que servem para sustentar a nossa espiritualidade, a fim de que ela se torne um alicerce seguro sobre o qual nos firmamos.
Tudo isso faz com que tenhamos forças para lidar com as situações mais adversas às quais somos submetidos, sofrendo sim, humanamente, no entanto, confiantes, pois acreditamos, não obstante aparente demora de Deus, que o melhor sempre estará por vir. Trata-se do velho e conhecido ditado: “Deus tarda, mais não falha”.
 
Acredito que só o tempo é capaz de revelar os esconderijos de Deus nos acontecimentos da nossa história e fazer com que nos surpreendamos com a delicadeza com que Ele cuida de tudo, sem permitir que o mais ínfimo detalhe passe despercebido. Deus não ignora nenhuma de nossas preces, nem tão pouco fica indiferente a uma lágrima que escorre de nossos olhos.
Apesar das aparências, é Deus escondido.
 
Que tal se transformarmos nossos medos e incertezas em confiança e esperança, pautadas na convicção de que as “demoras” da nossa vida não são senão a prova de que Deus está caprichando? Assim, vamos viver na alegre expectativa de um sonho possível e não na nociva tristeza do insucesso. Peçamos a sensibilidade para enxergar a surpreendente ação Divina nos mais delicados feitos e veremos o quão suave é viver na fé.
 

Comentários



Sobre o Autor


Pe. Fernando Felix Rabelo

Pe. Fernando Felix Rabelo é administrador da Quase Paróquia Santo Expedito e São Judas Tadeu em Olímpia. E-mail: pefernandorabelo@outlook.com

Artigos do Autor