Artigos


Mês das vocações: Qual é a sua?


Sexta-feira, 03 de agosto de 2018


Imagem | Mês das vocações: Qual é a sua?

O assunto é vocação! Qual é a sua? A palavra vocação significa chamado. Nossa existência é permeada pela realidade do chamado.
 
Do chamado à vida participam todos os seres humanos. A imagem bíblica do paraíso ensina que Adão e Eva, representantes da humanidade, vivem onde não existe o mal e a felicidade é plena. Todo ser humano deve responder ao dom da vida com excelência. 
 
Muitos são chamados, também, à vocação cristã, na qual são inseridos através do batismo, intimamente unidos a Cristo “Caminho, Verdade e Vida”, como seus discípulos, seus missionários. O que chamamos de vocação especifica, refere-se ao que, humanamente e, à luz da fé, cada pessoa abraça como forma de ocupar e marcar seu lugar no mundo: o matrimônio, a consagração, a profissão, o serviço aos necessitados...
 
É fundamental que cada pessoa perceba, reflita e assuma sua vocação, descobrindo a maneira através da qual sua busca pela felicidade se concretiza. Como descobrir a verdadeira vocação? A resposta é fruto do processo de amadurecimento e busca pessoal. Para trilhar o caminho, com segurança e equilíbrio, condições básicas são necessárias, dentre as quais estão os valores primários: amor, justiça, respeito e fraternidade; elementos irrenunciáveis à dignidade humana.
 
A perspectiva vocacional da existência humana tem sido ignorada e, o conceito de vocação, reduzido à profissão. Este equívoco impede que, sobretudo, os adolescentes e jovens, considerem a realização pessoal alicerçada em valores. Entre os muitos prejuízos está a substituição do “ser” pelo “ter” e pelo “fazer”. O número de profissionais desqualificados e frustrados, que visam, unicamente, retorno financeiro e status, aumenta consideravelmente.
 
Conciliar vocação e profissão é o caminho para favorecer a realização mais perfeita do ser humano: unir o ser ao fazer. Eis o desafio da verdadeira educação. Sem princípios, a educação perde o sentido de existir, tornando-se mais um instrumento que impede a reflexão, o discernimento e anestesia a consciência.
 
Responda sim a Deus, à vida, à fé! Descubra e viva sua vocação específica, realizando-se e colaborando para que outros se realizem. Todo chamado exige resposta. Qual é a sua?
 
Imagem: vocacionaluruacu.com
 

Comentários



Sobre o Autor


Padre Ivanaldo Gonçalves de Mendonça

Pe. Ivanaldo e pós-graduado em Psicologia, pároco da Paróquia São José de Olímpia e Coordenador Diocesano de Pastoral. E-mail: ivanpsicol@hotmail.com

Artigos do Autor