Artigos


Olhar com olhos misericordiosos


Terça-feira, 27 de agosto de 2019


Imagem | Olhar com olhos misericordiosos

Não sejas precipitado em palavras, e covarde e negligente em tuas ações.
(cf. Eclo 4, 34)
 
Somos todos filhos de Deus! E, foi Cristo quem disse isso: "Meu Pai e vosso Pai" (cf. Jo 20, 17). Sendo assim, devemos o mínimo de respeito pelo próximo, pois estamos lidando com um irmão. Não podemos nos precipitar nas palavras, pois podemos, muito provavelmente, provocar feridas profundos e dores agudas que levam à ruptura de qualquer tipo de relação.
Sendo assim, quando for necessário corrigir alguém, que seja feito com o máximo de cuidado e com grandiosa caridade, valorizando o elo que liga cada um com o Criador, ou seja, com o nosso Pai que está nos céus e que zela por nós. Portanto, cada pessoa, independentemente de quem seja, é um elo decisivo e definitivo de toda a humanidade com Deus Pai Criador.
 
Cada pessoa tem sua própria história de vida, razões, feridas etc. E devemos olhar com olhos misericordiosos para todos, e mesmo que estejam em dívida com a lei e os preceitos divinos é preciso considerar a situação e os porquês que o impediram ou ainda o impedem de viver a vida plena e em abundância para o bem de si e de todos.
 
Pensemos nisso! Será que tenho sido paciente, compreensivo, acolhedor, fraterno e íntimo de Deus? Precisamos aprender a valorizar o que nos une, e deixar tudo o que nos desune para um segundo momento.
 

Comentários



Sobre o Autor


Diácono Carlos Araki

O Diácono Carlos exerce seu ministério na Paróquia Santa Ana e São Joaquim, em Barretos. E-mail: arakicarlos7@gmail.com

Artigos do Autor