Artigos


Também precisamos descansar!


Terça-feira, 10 de dezembro de 2019


Imagem | Também precisamos descansar!

Nos dias em que vivemos é muito comum nos depararmos com o cansaço, seja o próprio ou de pessoas com quem convivemos. O cansaço pode surgir devido a vários fatores, mas basicamente pode-se dizer que se está cansado após a realização de uma atividade por repetidas vezes por um determinado período e ela pode ser física ou mental e exigir habilidades motoras, cognitivas, psicológicas ou espirituais.
 
Normalmente, o cansaço pode ser percebido quando a pessoa já não tem a mesma disposição para fazer algo ou quando ela queixa-se diante ao surgimento de dores, tensão e estresse, fatos bem comuns no cotidiano. Pode-se dizer que o cansaço faz parte da existência humana, mas ele não pode ocupar demasiadamente espaço em nossa vida.
 
Nessa reta final do ano, quando o cansaço parece acumular-se, cabe uma reflexão sobre como temos descansado. Quantas vezes tenho dedicado um tempinho para realmente me desconectar do meio virtual e me conectar comigo mesmo? Como tenho organizado meu tempo para ter momentos de descanso do corpo? Quantas vezes tenho me dedicado para momentos de convivência e relaxamento com minha família? Como tenho descansado para aproveitar melhor os momentos de oração, seja pessoal ou comunitário?
 
Diante dessas questões, devemos nos recordar que o tempo é um dom precioso que Deus nos concede e cabe a cada um aproveitá-lo de maneira que existam momentos de descanso, pois não somos máquinas que são projetadas para tempos extensivos de trabalho. E mesmo as máquinas, às vezes, precisam ser paradas para manutenção. Portanto, se faz necessário o descanso em nossas vidas.
 
Frente também às diversas situações que nos vão sendo apresentadas como problemas, dificuldades e doenças que nos cansam por inteiros, é importante termos em mente e no coração as palavras de Jesus: “Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mateus 11, 28-30).
 
Peçamos ao Senhor e a Virgem Maria a graça de reconhecer a necessidade do descanso e que seja oportunidade para reabastecimento e fortalecimento na caminhada ao seu encontro.
 

Comentários



Sobre o Autor


Seminarista Matheus Flávio da Silva

Matheus Flavio da Silva cursa o primeiro ano de Filosofia no Seminário Sragado Coração de Jesus em São José do Rio Preto. E-mail: matheusflavio07@gmail.com

Artigos do Autor