7 anos de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti

Duas missas serão celebradas no sábado no Rosário

Quinta, 26 de Outubro de 2017

7 anos de falecimento do Servo de Deus Pe. André Bortolameotti

Foto: Milton Figueiredo

No sábado (28), dia em que a Igreja celebra a memória de São Judas Tadeu, completa-se 7 anos do falecimento do Servo de Deus Padre André Bortolameotti. Duas missas acontecerão no Santuário Nossa Senhora do Rosário onde se encontram os restos mortais do padre: uma às 8h, presidida por Dom Milton Kenan Júnior, e outra às 19h30.


Padre André nasceu aos 22 de dezembro de 1919, em Vigolo Vattaro, na Itália. Foi ordenado presbítero em 29 de junho de 1943. Passou a viver em Barretos em 1984, e seu falecimento se deu aos 28 de outubro de 2010. O processo de abertura da causa de canonização do padre aconteceu no dia 08 de setembro do ano passado.


Não há um tempo previsto para que se chegue à canonização. A postulação da causa está ainda no processo de levantamento histórico do sacerdote, verificando os escritos deixados por ele e sendo ouvidos testemunhos de pessoas que conviveram com ele. Depois, tudo será enviado ao Vaticano que fará um estudo especializado de todo o material. Se forem aprovadas as virtudes heroicas do Servo de Deus, ele passa a ser chamado de Venerável.


Padre André só passa a ser beato após a comprovação de um milagre acontecido por sua intercessão, com um decreto do Santo Padre, e uma celebração é realizada para esta declaração. Depois de um segundo milagre, com um decreto do Pontífice, ele poderá ser declarado santo e acontece então uma celebração para a sua canonização. Por isso, não se pode afirmar quanto tempo levará todo o processo, podendo chegar a décadas.

Deixe o seu comentário