Notícias


Dom Milton escreve mensagem aos catequistas no dia de seu patrono, São José de Anchieta


Terça-feira, 09 de junho de 2020


Foto | Dom Milton escreve mensagem aos catequistas no dia de seu patrono, São José de Anchieta

Barretos, 09 de junho de 2020
 
Queridos(as) Catequistas,
 
Celebramos hoje, a memória liturgia de São José de Anchieta, invocado também como Apóstolo do Brasil e declarado Patrono dos Catequistas.
 
De fato, São José de Anchieta, nas nossas terras brasileiras, destacou-se como muitos outros missionários pela dedicação zelosa e fiel por catequizar os indígenas que abraçavam a fé, respeitando sua cultura e descobrindo entre eles as “sementes do Verbo”, seja nas paragens de São Paulo, como no litoral paulista e do Estado do Espírito Santo.
 
Graças ao esforço e proximidade de São José de Anchieta dos indígenas, temos o primeiro dicionário da língua tupi, facilitando, assim, o trabalho dos missionários que haveriam de sucedê-lo na missão de levar aos povos indígenas o conhecimento de Cristo e da sua Palavra.
 
Em razão desta celebração, quero dirigir-lhes uma pequena mensagem para manifestar-lhes minha gratidão e minha proximidade.
 
Em razão da pandemia, lamentavelmente fomos forçados a encerrar também as atividades da Catequese em nossas paróquias (encontros presenciais). Mas, apesar da impossibilidade do encontro, muitos de vocês estão se servindo dos recursos das mídias sociais para manter o contato com seus catequizandos e suas famílias, e continuar a transmitir-lhes o conhecimento de Jesus Cristo.
 
O gesto de vocês é, para a Igreja de Barretos, um gesto de imenso valor. Vocês continuam a realizar o que os primeiros missionários fizeram quando chegaram no nosso país: apesar dos desafios e das dificuldades, vocês não se deixaram vencer pelo medo, mas foram além, procurando vencer as limitações com a fé que sustenta e anima o ministério que vocês desempenham na Igreja.
 
Queiram aceitar o agradecimento da Igreja de Barretos pelo testemunho emocionante de vocês. Que São José de Anchieta, Patrono dos Catequistas, os anime e interceda por cada um e cada uma de vocês!
 
Estamos sempre unidos pela fé no Cristo Ressuscitado. Como proclamamos a cada Eucaristia: “Ele está no meio de nós!”. Ele acompanha o trabalho de vocês e estejam certos de que as sementes lançadas haverão de germinar, florescer e frutificar (cf. Mc 4, 8-9).
 
Um forte abraço a todos vocês na certeza de que tudo haverá de passar e sairemos deste momento mais fortalecidos em nossa fé.
 
 
Dom Milton Kenan Junior
Bispo de Barretos
 

Comentários