Artigos


Artigo do Pe. Ivanaldo: O encontro consigo mesmo


Domingo, 13 de março de 2022


Imagem | Artigo do Pe. Ivanaldo: O encontro consigo mesmo

O caminho proposto pelo tempo quaresmal tem como principal objetivo que cada cristão se prepare, dignamente, para celebrar a Páscoa, solenidade anual, que memoriza o mistério da nossa salvação, manifesto no acontecimento da paixão-morte-ressurreição de Jesus. Tal preparação considera que, aqueles que buscam ser fiéis ao seguimento de Jesus Cristo, intensifiquem a oração, a reflexão e a ação, considerando três movimentos fundamentais: a relação com Deus - a relação consigo mesmo - a relação com o próximo, dimensões que abarcam a totalidade de existência humana.
 
O tema ‘Ser humano em novos tempos’ ilumina nossa caminhada quaresmal desafiando-nos á, em tempos que, por tantas razões, tornam-se cada vez mais áridos, resgatar e promover o que existe de mais sublime e, ao mesmo tempo, mais simples em nós: nossa humanidade. Elemento fundamental a ser considerado é a capacidade de compreender a vida e existência humana como ‘processo’, como caminho que, ao ser percorrido, impulsiona o processo de crescimento e amadurecimento. Temos exigido de nós o que exigimos das máquinas, desconsiderando nossa complexidade.
 
Ao longo do percurso da vida/existência alcançamos consciência acerca de quem somos a medida em que alcançamos consciência acerca de quem Deus é, movimento denominado ‘autoconhecimento’. Não é possível ao humano conhecer-se, verdadeiramente, sem a iluminação divina; as verdades profundas acerca de nós mesmos nos são reveladas por Aquele que é mais que nós. Deus é absoluto, nós somos contingentes. Temos buscado na autoajuda (em nós mesmos) aquilo que só o autoconhecimento pode proporcionar.
Ilustra o caminho da existência humana frente aos desafios o relato das tentações de Jesus (Lucas 4,1-13). Como Ele, somos tentados e desafiados a resistir. Porém, antes de combater, precisamos ter clareza acerca de quem somos e qual é nossa missão, o espaço que devemos ocupar no mundo. Sem esta clareza somos derrotados, antes mesmo de começar. Depois, o autoconhecimento favorece que tenhamos consciência acerca de nossas qualidades, limites e imperfeições, permitindo-nos saber por quais frestas as forças do mal tentarão nos seduzir.
 
Assim, temos condições de desenvolver as competências e habilidades necessárias para combater, com qualidade, o inimigo. Jesus ensina o caminho, assim como de quais armas devemos nos valer: deixarmo-nos ser conduzidos pelo Espírito Santo, orar sem cessar, buscar o equilíbrio/autodomínio, sermos íntimos da Palavra de Deus.  Atenção! As forças do mal jamais desistirão de nos roubar de Deus, de nós mesmos e dos outros. Afastam-se para voltar no momento oportuno. No caminho da vida o combate é permanente. Ser humano em novos tempos exige encontrar-se consigo mesmo.
 
 

Comentários



Sobre o Autor


Padre Ivanaldo Gonçalves de Mendonça

Pe. Ivanaldo e pós-graduado em Psicologia, pároco da Paróquia São José de Olímpia e Coordenador Diocesano de Pastoral. E-mail: ivanpsicol@hotmail.com

Artigos do Autor